Comida X Treino

Manter O Peso Depois de Emagrecer


Derrubar alguns quilinhos é um estímulo para a maioria das pessoas. No entanto, para quem aparecia competir ou pedalar com um desempenho mais alto, perder peso sem perder potência ou ficar sem energia pode ser ainda mais complicado. Para acudir você nesta tarefa, conversamos com Juliana Magrini da Nutrivial, nutricionista especialista em Educação Física, Esporte e Lazer, e Gustavo M. D’Ottaviano, especialista em Ciência do Treinamento Desportivo da Gustavo D’Ottaviano treinamento esportivo. De quebra, a dupla ainda é responsável pelo dieta e treinos de Guilherme Muller, atleta da Sense Factory Racing e um dos maiores destaques do assunto atual do MTB nacional.


É possível perder peso sem perder potência? A legal notícia: sim, é possível suprimir a massa do atleta sem que teu desempenho seja prejudicado. Contudo isso necessita de dieta e treinamento combinados e bem estruturados. Se há gordura corporal pra perder, o comprometimento da potência poderá ser irrelevante, desde que a dieta seja bem inventada. Redução calórica e ajuste da periodização de treinamento precisam ser programadas pra que o atleta não fique sem combustível, já que estará usando divisão da energia armazenada ante maneira de estoque de gordura”, explica Juliana.



  • Infusão de toranja


  • Conflito depressão

  • Seja amiga da balança

  • O que não pode faltar na consulta com o ginecologista

  • Não exagere, coma lentamente e saboreando os alimentos

  • Não ingerir nada à noite

  • O grau de stress está grande

  • nossa fonte

O treinamento deverá ser planejado juntamente com a dieta do atleta, pra que possamos manter a potência e a performance nas competições”, complementa Gustavo. Os 2 especialistas comprovam que uma das melhores oportunidades para perder peso é a janela EPOC (excesso de oxigênio consumido pós-exercício), que mantém a taxa de metabolismo elevada em relação ao repouso após o exercício. Alguns exercícios geram um EPOC de mais de quinze horas, portanto a queima de gordura e o aumento de massa muscular ocorrem com superior eficiência quando o treinamento e dieta estão adequados”, explica a nutricionista.


http://www.creativenetworksonline.com/10-sugestoes-para-remover-estrias-e-celulite/

Segundo Juliana, a dieta para manutenção de massa muscular e reservas energéticas pro treino poderá ou não descrever com suplementação, porém a alternativa dos alimentos tem que ser criteriosa. Ela recomenda o emprego de um,dois a 1,seis gramas de proteína/kg de peso magro. Isso tem que ser o bastante pra manutenção dos tecidos musculares. Segundo Juliana, os alimentos funcionais - aqueles capazes de afetar beneficamente uma ou mais funções no corpo - assim como são ótimas opções. Alimentos vermelhos - Tomate e derivados, melancia, goiaba vermelha e pimentão vermelho, como por exemplo, possuem licopeno, um potente antioxidante. Dica: Acrescente com freqüência 1 concha de molho de tomate caseiro em sanduíches e preparações inúmeras.


Peixes marinhos - Salmão, sardinha, atum, anchova e arenque apresentam ácidos graxos ômega 3, um importante anti-inflamatório. Dica: Consuma três vezes na semana. Nozes, amêndoas e óleo de linhaça ou soja - Estimulam o sistema imunológico através do ácido licopenico. Dica: Consuma uma porção de frutas oleaginosas todos os dias. Chá verde - Possui grande quantidade de catequina, que atua no sistema imunológico. Encontre aqui mais informações sobre este tema dito nossa fonte .Dica: A reposição de carboidratos e líquidos antes, durante e depois da atividade física poderá ser feita pela diluição de carboidratos a seis por cento em infusão de chás como o verde. Chicória/escarola - Possuem silimarina, que inibe indutores de radicais livres e protege a sobrecarga hepática por excessos de alimentos ou suplementos com grande teor de proteína. Dica: Salada de chicória, torta, omelete e pizza de escarola são ótimas opções.


Dietas restritivas e rigorosas não são garantia de bons resultados, uma vez que calorias não engordam. O que engorda é a maneira de comer”, explica Juliana. Segundo ela, a alimentação que comprometa o aporte basal de energia poderá retratar um traço, promovendo diminuição de massa magra, aumento de fadiga e lesões e problema do recurso de recuperação. Além do mais, ela alerta a respeito do risco de seguir as perigosas dietas da moda, comumente encontradas na internet. Informações sobre o assunto dietas e treinamento para perda de peso corporal e ganho de massa magra são veiculadas em redes sociais, blogs e academias sem qualquer ansiedade com o conteúdo científico”, reitera a especialista.


O atleta que quer perder peso sem perder potência deve fazer exercícios de alta intensidade como intervalados, tiros e treinos de potência. Eles são muito sérias para esse procedimento, visto que são os que causam o superior EPOC no corpo humano, e também são de extrema gravidade pra manutenção e acrescentamento da potência. Com o EPOC elevado, o atleta irá ampliar seu gasto calórico e energético depois do exercício, aumentando também a redução de gordura. Musculação e treinamento funcional assim como são muito significativas pra manutenção e ganho de potência. Este tipo de treinamento, se bem acompanhado, poderá ser mantido por tempo indeterminado.


Porém, se for pra anexar a perda de gordura no seu planejamento anual, realmente compensa utilizar o início da fase de preparação específica, que pode durar entre quatro e 8 semanas. Se o atleta amador quiser ceder uma ‘enxugada’ no meio da fase competitiva, precisamos averiguar o tempo que tenha novas semanas sem briga para introduzir este tipo de treinamento, sem comprometer a performance”, explica Gustavo M. D’Ottaviano. No momento em que falamos de volume, precisamos tomar muito cuidado, pois altos volumes causam um enorme desgaste ao organismo, exigindo um superior tempo de recuperação e colocando em traço a propriedade no modo de treino”, explica Gustavo.



Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *